Piores títulos de todos os tempos – III









cinderelabaiana Piores títulos de todos os tempos   III

Cinderela, o conto de fadas escrito originalmente pelo francês Charles Perrault em 1697, livremente inspirado em uma lenda italiana sobre uma gata borralheira, nunca recebeu uma versão tão esdrúxula quanto a cunhada pelo cineasta brasileiro Conrado Sanchez, cujo currículo no IMDB apresenta obras do quilate de Como Afogar o Ganso, Prisioneiras da Selva Amazônica, Viúvas Eróticas e um título que um dia eu haverei de assistir: Amado Batista em Sol Vermelho.

Cinderela Baiana é a obra que imortalizou o nome de Carla Perez na história do cinema tupiniquim. Veja a cena abaixo, uma pequena obra-prima de denúncia social ao som de um antológico sucesso do grupo É o Tchan, e você haverá de concordar comigo. Ou não.

P.S.: Confira os outros posts desta série: “Pum! Emissão Impossível” e “Nut – Nasceu Burro, Não Aprendeu Nada, Esqueceu a Metade”.

Artigos relacionados:



Receba mais sobre "Piores títulos de todos os tempos – III" e outros assuntos no seu e-mail (é grátis).

Deixe seu comentário

Your email not be shared. All fields with * are required.

*
*