Câncer na Vulva









 

Mitos e Verdades sobre o Cancer de Vulva IMPORTANTE Câncer na Vulva

Você deve ter ouvido falar nos inúmeros tipos de câncer existentes. A ciência ainda não conseguiu encontrar um meio de cura para muitos deles, embora a medicina e a tecnologia avancem cada vez mais.

Um tipo de câncer que vem ganhando espaço entre as mulheres é o câncer de vulva. A vulva é o órgão genital externo feminino, no qual abriga a entrada do canal da urina e da vagina. Ela é composta pelos grandes lábios, os pequenos lábios, o clitóris e por fim o hímen. A doença surge geralmente como uma ferida ou mesmo uma mancha que não cicatriza e que causa dor e desconforto para a mulher.

Na maioria dos casos as mulheres com mais de 50 anos é que desenvolvem esse tipo de câncer, porém, apesar de raros, existem casos em pacientes mais jovens.

Fique atenta, caso você encontre alguma ferida na região íntima, procure logo um médico e faça os exames necessários. Além da mancha ou ferida, pode ocorrer coceira na região íntima e ardência e dor nas relações sexuais. Vale lembrar que as pessoas portadoras do vírus HIV podem ter mais chances de desenvolver o câncer de Vulva.

O diagnóstico só pode ser dado por meio de exames ginecológicos. Outra forma também muito usada é através do teste de Collins, no qual as lesões suspeitas recebem um corante (azul de toluidina) e depois um removedor (ácido acético). Nos locais que permanecerem coloridos, é feito uma biopsia. O tratamento é feito através de uma cirurgia que removerá o tumor, além do uso de remédios.

Artigos relacionados:



Receba mais sobre "Câncer na Vulva" e outros assuntos no seu e-mail (é grátis).

Deixe seu comentário

Your email not be shared. All fields with * are required.

*
*